Criança elogiada é criança que brilha!

Tempo de leitura: 2 minutos

Criança Elogiada é Criança que Brilha!

Dizem que criança criada com os avós são crianças com boa autoestima por receberem muitos elogios.

Na aquisição de conhecimento, durante a primeira fase do ensino fundamental, a criança sofre um processo de avaliação dos seus conhecimentos de uma forma muito depreciativa, pois a forma ainda utilizada pela maioria das escolas de nosso País avalia de forma a evidenciar os erros, a não aquisição da parte cobrada para o desenvolvimento do cognitivo é levada em conta em 100% na avaliação. E já sabemos que dissociarmos do cognitivo, a formação do indivíduo nos campos, social, emocional, artístico, e afetivo onde até os sonhos já devem ser considerados como aquisição primordial para o desenvolvimento integral do Ser, aquebranta a confiança da criança em si mesma. Devemos observar o comportamento de nossas crianças em todos os ambientes da Comunidade escolar, dentro e fora dela. Muito mais do que as notas, precisamos ler em seu comportamento, a satisfação em frequentar a escola, criança que não quer ir pra escola, não se sociabiliza com outras crianças, devem ser acompanhadas mais de perto, pelos pais, familiares, comunidade escolar e/ou até por um profissional da área. Já sabemos pelos dados científicos, que depressão em criança hoje é uma realidade que começa cada vez mais cedo. E a depressão vem precedida por certa tristeza infantil, à qual pode se iniciar, justamente por mecanismos de desaprovação constante. Não só na escola com as notas, mas em casa, junto à família, onde velhos jargões, como: – Menino, você é burro mesmo hein? Entre outros deste tipo, contrapõem o ideal que é o que estamos chamando atenção para que seja evidenciado por todos ao redor da criança. O elogio! Já é sabido que a qualidade do tempo que passamos com nossos filhos reflete muito mais na sua condição para ser feliz do que a quantidade. Cada expressão de contentamento pela companhia da criança, pelas assertividades e/ou tentativas em jogos e brincadeiras, isto já desde muito cedo, afinal, quem não se lembra das férias em casa de nossos avós, onde costumávamos ficar sem nos lembrar da rotina maçante por vivenciarmos alegrias sem fim na liberdade das brincadeiras que por muitas vezes, nos sujando todo, ao invés de bronca, ganhávamos o carinho de um bolo para o lanche no final do dia. Ou de quando sem querer, quebrávamos algum pertence querido de nossa avó e ela amigavelmente nos dizia:- Tem problema não meu filho, já estava velho mesmo! E quando mamãe chegava e ficava sabendo, nos dando uma bela bronca, era interpelada por vovó que dizia:- Aqui na casa de vó, pode tudo!

Sobre Rodolfo

Esta área é reservada para a biografia do autor e deve ser inserida para cada autor a partir da seção Informações biográficas, no painel administrativo. Caso deseje incluir links para as redes sociais de cada autor do site, recomendamos que instale o plugin WordPress SEO. Após instalado, o plugin criará os respectivos campos para links das principais redes sociais (Facebook, Google Plus e Twitter). Após preenchidos os campos, os links de cada rede aparecerão automaticamente aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *